Acontece

LEADER SITE

Vitrine

Operação interdita quatro ferros-velhos no Guarujá

 

Foram vistoriados cinco ferros-velhos nos bairros da Cachoeira, Vila Edna, Jardim Boa Esperança e Monteiro da Cruz; dois foram para a DIG

 

FVE

 

Em mais uma ação de combate à receptação de produtos de crime, a Guarda Civil Municipal de Guarujá (GCM) realizou na manhã da última quarta-feira (5), mais uma operação nos ferros-velhos da Cidade. A ação contou com a parceria da Delegacia de Investigações Gerais da Polícia Civil de Santos (DIG).

 

Foram vistoriados cinco ferros-velhos. As equipes estiveram nos bairros da Cachoeira, Vila Edna, Jardim Boa Esperança e Monteiro da Cruz. Destes, quatro foram interditados por falta de alvará de funcionamento e duas pessoas foram detidas por receptação e encaminhadas para a DIG de Santos.

 

É o caso do primeiro estabelecimento, localizado no bairro da Cachoeira. O local foi alvo de denúncias de receptação, o que foi confirmado pelos guardas municipais. Foi constatado também o furto de energia elétrica e água, além de diversos produtos de procedência duvidosa.

FVE1

 

Dentre os materiais, estão cinco hidrômetros da Sabesp, quatro celulares, soprador elétrico, cinco serras mármore, uma furadeira martelete, martelete industrial, máquina de solda, cinco rolos de fios novos, bebidas e fios de cobre.

 

Já no segundo ferro-velho, no bairro da Vila Edna, foram encontradas 10 peças de uso exclusivo da Sabesp e terceirizadas. O material é usado para fazer a ligação do cano de água da rua para a residência. No local, foi constatado também o furto de energia elétrica. O responsável foi detido e encaminhado para a DIG de Santos.

 

A ação envolveu também a Polícia Militar e Fiscalização de Comércio, além de representantes das concessionárias de energia elétrica, telefonia e abastecimento de água.

 

“Essas operações já se tornaram uma constante no Município e o balanço tem sido sempre muito positivo. O objetivo é coibir cada vez mais a receptação, um crime que lesa os serviços essenciais à população”, declarou o diretor da GCM, Luiz Carlos Mariano.

Obra da Nova Entrada de Santos altera trânsito na Avenida Martins Fontes

 

Neste sábado (8), a partir das 14h, o trânsito da pista 3 da Avenida Martins Fontes, que faz a ligação do Centro com a Rodovia Anchieta, será direcionado para a pista 2, que funcionará com sentido invertido. Esse sentido funcionará durante a realização dos trabalhos de drenagem na entrada da Cidade, na altura do Rio Lenheiros.

 

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Santos) canalizará as pistas com uso de barreiras plásticas. Já o tráfego vindo da Anchieta será canalizado para a pista 1, que liga a Avenida Nossa Senhora de Fátima até as proximidades do Cemitério da Filosofia, no Saboó. A partir desse ponto, o fluxo na avenida segue o curso normal. 

 

A recomendação da CET para os motoristas que vêm pela Anchieta, com destino aos bairros da Zona Leste de Santos, é que evitem a Avenida Martins Fontes e optem pela rota portuária. Para tanto, deverão acessar o viaduto da Alemoa. Ou ainda, sigam pela Rodovia dos Imigrantes e, a partir de São Vicente, utilizem a orla para chegar aos bairros santistas.

 

 

AVANÇO

O canteiro de obras da pista 3 começará a ser montado neste sábado (8). A intervenção consiste na continuação da ampliação do pontilhão que passa embaixo das quatro pistas da Avenida Martins Fontes, próximo à entrada da Cidade, para 11 metros de largura por 3 metros de profundidade. Anteriormente, o pontilhão media sete por dois metros.  

 

No local onde a obra de drenagem será realizada, há a interferência de uma rede subterrânea de gás. Para garantir a segurança e cumprir o planejamento e o plano de prevenção de riscos, a Comgás - empresa responsável pela distribuição de gás na Cidade - fará o monitoramento dos trabalhos do início ao fim com técnicos e engenheiros, com o objetivo de orientar as escavações manuais e mecânicas e minimizar eventuais danos à rede existente no local”, afirmou a Comgás.

 

A Terracom - empresa que realiza as obras da etapa 3 do Programa Nova Entrada de Santos - fará uma escavação no local para cravar estacas pranchas (placa metálica ou de concreto com engate lateral que forma uma cortina e quando cravada no terreno serve como contenção vertical). Esse material protegerá a rede de gás e os trabalhos de ampliação da drenagem poderão ser iniciados. A liberação da pista 4 deve ocorrer em cerca de 40 dias. A obra de drenagem está prevista para ocorrer em três meses, dependendo das condições do clima.

 

“Começaremos uma parte delicada e muito importante da obra, que mais uma vez precisa ser vencida com planejamento, transparência e responsabilidade”, destacou o gestor do Programa Nova Entrada de Santos, Wagner Ramos.

 

 

CONCLUÍDO

O trecho do pontilhão da Martins Fontes que passa pela pista 1 (local) já está pronto desde março de 2019. E para concluir o trecho da pista 4 (paralela ao muro da linha férrea), sentido Santos/São Paulo, é preciso avançar com os trabalhos da pista 3 em função do duto da Comgás.

 

 

O pontilhão da pista 1, localizado entre a Travessa Dois e a Rua Flamínio Levy, sentido bairro/Centro, que compõe esse sistema de drenagem, recebeu melhorias como limpeza de galerias de drenagem, recuperação de duas galerias medindo 1,30m x 1,70m cada, dando maior vazão às águas das chuvas, pavimentação, novas guias, sarjetas, calçadas e iluminação.

 

 

O objetivo é garantir a melhoria da drenagem do bairro Saboó e seu entorno, visando eliminar um dos principais gargalos que causam enchentes nessa região.

Oficinas Querô abrem inscrições para nova turma de audiovisual

 

 

Projeto tem 14 anos de existência e já capacitou mais de 450 jovens. As inscrições seguem até 08 de março

 

 

Você sonha em produzir seu próprio filme e aprender as diferentes áreas do universo cinematográfico? O Instituto Querô está com inscrições abertas para a turma 2020 das Oficinas Querô. Jovens de 14 a 18 anos, estudantes de escolas públicas de Santos, São Vicente, Praia Grande e Cubatão, sendo de baixa renda familiar, podem participar do processo seletivo. As inscrições seguem até 08 de março, pelo link www.institutoquero.org/oficinasquero2020.

 

Com patrocínio do Banco Votorantim, CMOC Brasil, Brasil Terminal Portuário e Petrocoque, 40 jovens serão selecionados para a nova turma das Oficinas Querô – Primeiro Ano. As aulas acontecem em Santos, de segunda a sexta, das 15h às 18h, na Vila Criativa da Vila Nova, Universidade São Judas Campus Unimonte, Sesc Santos e demais espaços culturais da cidade.

 

Durante um ano, os jovens selecionados passam por todas as etapas de uma produção audiovisual, atuando como roteiristas, diretores, cinegrafistas, fotógrafos, produtores e demais funções do cinema, além de atividades de formação cidadã e empreendedorismo. As aulas são ministradas por profissionais do cinema nacional, que orientam os jovens durante suas próprias produções: no mínimo duas ao longo do ano. Os filmes produzidos são exibidos em dezembro em uma Sessão de Estreia especial realizada no Cine Roxy, além de inscritos em festivais de cinema do país.

 

Junto às aulas de capacitação audiovisual, as Oficinas Querô oferecem aos jovens transporte gratuito, passeios a eventos culturais e acompanhamento social junto às famílias. Aqueles que mais se destacam no primeiro ano de curso, têm a oportunidade de, no ano seguinte, ingressarem nas Oficinas Querô – Segundo Ano, com foco no empreendedorismo e atividades voltadas à experimentação ao mundo de trabalho audiovisual junto à equipe do Instituto Querô e produtora Querô Filmes.

 

As aulas começam em abril. Mais informações pelas redes sociais do Instituto Querô - facebook.com/institutoquero e instagram: @institutoquero ou pelo telefone (13) 3233-7084.

 

Sobre as Oficinas Querô – Com 14 anos de história, o projeto é uma realização do Instituto Querô, organização sem fins lucrativos de Santos, que desde 2006 utiliza o audiovisual como ferramenta de transformação social, despertando talentos, promovendo a inclusão cultural e tornando os jovens protagonistas de suas histórias. Até aqui, cerca de 455 jovens já se capacitaram nas Oficinas Querô, 122 produções audiovisuais foram realizadas e 76 prêmios conquistados, entre eles a indicação ao Independent Spirit Awards 2018 (o Oscar do Cinema Independente) pelo longa-metragem “Sócrates”. Mais informações em www.institutoquero.org.

Prefeitura de Guarujá entrega a quinta Usafa reformada neste sábado (1º)

 

Cerimônia terá início às 10 horas e reunirá serviços de cidadania gratuitos à população

 

A Prefeitura de Guarujá entrega neste sábado, às 10 horas, (1º) a Unidade de Saúde da Família (Usafa) da Vila Rã (Rua Maria Geralda Valadão, 1.114, no Parque Enseada) totalmente reformada. A realização é da Secretaria de Saúde, em parceria com a Organização Social Pró-Vida, que gerencia as Usafas da rede municipal.

 

UVRA

 

A cerimônia reunirá serviços de saúde e cidadania como: aferição de pressão arterial, testes de glicemia, avaliação odontológica, testagem rápida para HIV, orientações de combate à dengue, orientação sobre arboviroses, teatro de fantoches com o Núcleo de Educação da Dengue, além de orientações sobre o cadastro único, atualização dos cadastros de pacientes da Unidade e atividades culturais. 

 

Esta será a quinta unidade revitalizada pela Prefeitura, de um total de 15 Usafas que compõem a rede municipal. Já foram reformadas as unidades do Jardim Brasil, Vila Edna, Cidade Atlântica e Sítio Conceiçãozinha. Dentre os serviços executados na Usafa da Vila Rã estão a climatização de todo o equipamento, além da pintura, revisões elétrica e hidráulica, troca do telhado e a instalação de toldo. Com a revitalização do equipamento, foi possível criar mais um consultório médico.

 

Composta por duas equipes completas, a unidade conta hoje com um médico, um enfermeiro, dois técnicos de enfermagem, um dentista e 16 agentes comunitários de saúde. Por mês, o equipamento realiza, aproximadamente, 940 atendimentos, que incluem consultas, curativos, vacinas, inalação, medicações, e demais procedimentos.

 

No local, os pacientes têm à disposição diversos programas voltados promoção de saúde, como de aleitamento materno, para diabéticos e hipertensos, aulas de alongamento, incentivo ao pré-natal, entre outros.

 

Segundo o secretário de Saúde de Guarujá, Vitor Hugo Straub Canasiro, a Usafa é o contato preferencial dos usuários, a principal porta de entrada e centro de comunicação com toda a Rede de Atenção à Saúde.

 

“É instalada perto de onde as pessoas moram, trabalham, estudam e vivem e, com isso, desempenha um papel central na garantia de acesso à população a uma atenção à saúde de qualidade. E é esse o nosso objetivo com a reforma, acolher e tratar este paciente da melhor maneira possível, com uma unidade mais segura, confortável e com o atendimento que o paciente veio receber”. 

Dono da arma que matou Tucla ainda não foi indiciado

Tucla pb

 

O assassinato do ex-vereador e presidente da Câmara cubatense João Santana de Moura Villar, o Tucla, vai completar 10 anos em maio deste ano, em meio a crescente rumores de que já se conhece a autoria do crime, cuja investigação segue sob segredo de Justiça. O que mais revolta a família da vítima é a possibilidade de prescrição que se avizinha: o inquérito tramita na segunda Vara de Cubatão, desde 2010 - processo 0004329-26.2010.8.26.0157.

 

Arma do crime - Um exame de balística, em 2015, já teria identificado o dono da arma do crime que, em tese, seria o autor ou mandante, já que a arma sempre esteve em sua posse. “Já se vão dez anos e não há, sequer, o indiciamento do acusado que, acaba se beneficiando do segredo de justiça para seguir normalmente suas atividades e, através de medidas protelatórias, eventualmente se beneficiar da prescrição que se aproxima”, reclama o filho da vítima, também vereador Rafael Tucla.

 

Todo mundo fala – Desde a época do crime se espalhou pela cidade o boato de que a morte estava ligada a questões relacionadas à Saúde do Município e que o executor seria médico em Cubatão e também delegado, numa cidade vizinha. Nas últimas semanas, antes de morrer Tucla protagonizou um verdadeiro embate contra uma terceirizada da Saúde no município e, de forma específica, contra um casal de médicos. Inclusive a criação de uma Comissão investigava – CEV na área da saúde, foi seu último oficial ato na Casa.

 

Nos senadinhos, Tucla alegava não temer as ameaças que sofria e logo depois foi assassinado.

 

Antes de morrer

Acontece separou os últimos discursos na Câmara, nas semanas que antecederam seu assassinato, todos com críticas contundentes na área da saúde.

 

O SR. ADEILDO HELIODORO DOS SANTOS - Sr. Presidente, Srª. e Srs. Vereadores, eu quero inicialmente declarar o meu voto favorável à aprovação do requerimento de autoria do Vereador “Tucla”, mesmo porque, no dia em que ocorreu o fato mencionado, o mesmo entrou em contato comigo e eu também tentei fazer gestões no Hospital, para saber o que estava acontecendo. Já naquele dia, eu me comprometi a dar o meu apoio para a aprovação deste pedido de formação de Comissão Especial de Inquérito, mesmo porque, são fatos, digamos assim, com os quais, com certeza absoluta, a Prefeita Marcia Rosa não compactua, muito pelo contrário, ela espera que os Médicos tenham uma atuação responsável com os pacientes no Hospital da nossa cidade. O pedido de Comissão apresentado pelo Vereador “Tucla”, vem acompanhado de uma denúncia, que foi escrita pelos filhos da senhora, que recebeu alta no Hospital daquela maneira. Tenho certeza absoluta, que esse fato será apurado com a maior imparcialidade possível e que no final, na conclusão dos trabalhos, serão responsabilizados os Médicos culpados. Parece-me que a família dessa senhora solicitou a presença de uma Médica, mas segundo relato que me foi passado, a equipe do Dr. “Sampaio” teria proibido essa Médica de atender à munícipe. Acho que a humanização também passa pela questão do atendimento. Portanto, por mais que haja as questões técnicas, o acompanhamento dessa Médica, que se encontrava no Hospital, não prejudicaria a paciente, muito pelo contrário, por se tratar de uma pessoa de idade, ela se sentiria mais amparada, mais feliz e com certeza, isso aceleraria a recuperação dela. Estaremos acompanhando os trabalhos dessa Comissão Especial de Inquérito e por conta de tudo isso, o meu voto é favorável à aprovação do requerimento. É só, Sr. Presidente .

_____________________________________________________________________________

O SR. JOÃO SANTANA DE MOURA VILLAR - "Sr. Presidente, nobres Pares, são verdadeiras as palavras do Vereador Geraldo Guedes, pois algumas vezes, tentaram aprovar pedidos de formação de Comissão e nós sempre tentamos amenizar a situação, correndo lá e falando com os Médicos, falando com o Chefe da Secretaria de Saúde, mas nada foi feito. A situação chegou ao ápice, quando a mãe de um ex-Vereador e isso não é porque se trata da mãe de um ex-Vereador, o “Serjão do Karatê”, ficou internada por 15 dias, recebeu alta, foi re-internada após 03 dias, com os mesmos sintomas, Vereadora “Nega” e teve alta no dia seguinte. Não tiveram sequer o cuidado de olhar os resultados dos exames pedidos pela Médica que estava no atendimento à noite e já estavam dando alta para aquela senhora. O Vereador Paulo Tito também “entrou no circuito”, falou com o Secretário e nós conseguimos que a paciente ficasse lá para receber atendimento médico. O Dr. “Sampaio”, chefe da equipe, disse simplesmente que não iria atender a mulher, porque tinha dado alta a ela e que não autorizava nenhum Médico a atender aquela senhora, que estava agonizando. Ele disse ainda, que o Médico que fosse lá, iria para a “Comissão de Ética”. Quem é ele para colocar alguém na “Comissão de Ética”? Uma pessoa que é “useira e vezeira” em não atender os pacientes que estão lá, morrendo e que tornou o nosso Hospital um “drive in”, onde o paciente entra 07:00 da noite e às 07:00 da manhã já está de alta, sem ao menos ser medicado. Ele deixou aquela senhora, Srs. Vereadores, sem prescrição médica. Aí, no relatório de alta, a Médica, Drª “Regina”, esposa do Dr. “Sampaio”, também chefe da equipe, disse que ela só ficou porque houve uma imposição política e que ela não precisava ficar, ou seja, ela tinha que ir para casa e morrer. Então, estou pedindo a formação de uma Comissão Especial de Inquérito, vou apurar profundamente e me comprometo com a municipalidade. Eu já sei o que vou fazer no relatório final, vou pedir a cassação do CRM desses falsos Médicos, porque para mim, eles são falsos Médicos e mais, com a agravante do Diretor Técnico da Pró-Saúde, Dr. “Gustavo”, dizer que não podia fazer nada, nem ao menos ver a paciente. Eu acho lamentável o que vem ocorrendo aqui na nossa cidade, com alguns Médicos que não têm compromisso com a saúde do nosso povo. Portanto, peço o apoio de todos os Vereadores, para que nós consigamos aprovar a formação desta Comissão Especial de Inquérito, visando dar um basta, de uma vez por todas, nessa situação. Nós temos agora uma avalanche de epidemia de dengue. Eu vejo várias moças, várias senhoras, várias mães de família, pleiteando uma vaga de emprego. Oxalá haja vaga suficiente para que vocês possam ser empregadas, porque vocês são pessoas que moram na cidade e se faz necessária, verdadeiramente, a criação de uma “Frente de Trabalho”. Eu voltarei a falar. O meu voto é favorável à aprovação do requerimento. É só, Sr. Presidente".

                               - As Galerias se manifestam: palmas.

_________________________________________________________________________________

O SR. GERALDO CARDOSO GUEDES - "Sr. Presidente, nobres Vereadores, temos agora mais uma preocupação, contida no requerimento do Vereador João Santana de Moura Villar, que pede a formação de uma Comissão Especial de Inquérito. Primeiramente, eu quero parabenizar ao Vereador pela atitude. Há quanto tempo eu venho falando neste Plenário, sobre pessoas que passam pelo Médico, recebem alta e no dia seguinte morrem? Isso virou novela! Esse atendimento médico no Pronto Socorro da nossa cidade está parecendo uma antiga novela: “O velho, o menino e o burro”. Não é possível! Como é que se dá alta num hospital, para uma senhora de quase 80 anos de idade, que passou por uma UTI, que ficou quase 60 dias internada, sem prescrição médica? Só faltou dizerem a ela: “Vá para casa e tome água o dia todo”. Se água fosse remédio, não teria Médico! Se água fosse remédio, não teria medicamento! Portanto, eu gostaria de pedir ao Vereador João Santana de Moura Villar, o “Tucla”, para se possível, incluir-me nesta Comissão Especial de Inquérito, para que eu também o ajude, pois o Diretor Técnico do Hospital, Dr. “Gustavo”, possivelmente é incompetente. Portanto, ou ele é incompetente, ou não tem cuidado com a saúde dos outros. Isso porque, não é a saúde da mãe dele, pois se fosse, com certeza ele trataria a questão muito melhor. Então, diante desse desrespeito, desse descaso que vem ocorrendo na nossa cidade, não é mais possível ficarmos aqui calados. O Vereador “Tucla”, mesmo sendo da base governista, viu que a Saúde chegou ao “fundo do poço”. Não terá mais nenhuma luz no fim do túnel, se isso continuar da forma como se encontra. Portanto, eu gostaria muito, se possível, que o Vereador me incluísse nesta Comissão, porque gostaria muito de ouvir o Dr. “Sampaio”, que possivelmente está saindo e que é o responsável pela Clínica Médica do Hospital, bem como, gostaria de ouvir também o Dr. “Gustavo” e o outro Diretor Técnico do Hospital, que possivelmente deve ser Médico. É importante que nós possamos sim, possamos sim, apurar o que está acontecendo com esses Médicos, que não têm responsabilidade. Eu não diria que o CRM dele é frio, mas pelo menos que ele é frio no atendimento humano. Sendo assim, eu declaro o meu voto favorável à aprovação do requerimento e reitero que se for possível, eu gostaria de participar da Comissão. É só, Sr. Presidente."

_______________________________________________________________________________________

Aprovado Requerimento de CEI de Autoria do Tucla REQUERIMENTO Nº 042/2010

Senhor Presidente,

Senhores Vereadores:

Tendo em vista a denúncia feita pelos Senhores Silvio José dos Santos e Sérgio José dos Santos, filhos da Senhora Altamira Maria dos Santos, que após vários dias internada no Hospital Dr. Luiz Camargo da Fonseca e Silva, obteve alta e após 03 (três) dias, retorna, reinterna e passados dois dias tem nova alta sem se quer terem sido vistos os resultados de seus exames, que estavam comprometidos, ficando naquele dia de sua alta sem prescrição médica até aproximadamente às 20 horas do mesmo dia.

Considerando, que é dever da Câmara Municipal de Cubatão, investigar e apurar eventual responsabilidade do assunto em questão, é que ocupo a tribuna desta Casa de Leis para propor o seguinte requerimento.

REQUEIRO, formação de Comissão Especial de Inquérito, composta por 03 (três) vereadores, para no prazo regimental apurar junto a Secretaria Municipal de Saúde “possível negligência médica” praticada pelo responsável da equipe que presta o atendimento hospitalar, bem como do Diretor Técnico e Clínico por possível omissão de socorro dentro da unidade citada.

Sala Dona Helena Meletti Cunha, 23 de março de 2010.

(a)          João Santana de Moura Villar

Ler Jornal

Facebook

Publicidade

Serviços


Praias Estradas