ANJ

ANJ SITE

Vitrine

Falta de água, Prefeitura de Guarujá aplica multa na Sabesp 

 

Município ainda notificou a empresa a apresentar um mapeamento das ocorrências registradas nos últimos dias

 

VSG1

 

Diante das inúmeras reclamações de munícipes e turistas referentes a casos de falta de água e extravasamento de poços de visita em diferentes regiões da Cidade nos últimos dias, a Prefeitura de Guarujá aplicou, nesta sexta, (03) multa de R$ 50 mil à Sabesp. De natureza ambiental, a sanção foi apenas uma das medidas tomadas pelo Município contra a empresa.

 

Com população flutuante que chegou a cerca de dois milhões de pessoas durante as festas de final de ano, Guarujá sofreu com o desabastecimento dos serviços básicos prestados pela Sabesp. Por isso, além de aplicar a multa, o Município fez uma reclamação e pedido formal de providências à Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo – ARSESP, órgão regulador do contrato firmado com a companhia, formalizado em maio de 2019.

 

Além disso, a Prefeitura está notificando a empresa a apresentar um mapeamento das ocorrências de falta d’água e extravasamento de poços de visita registradas desde o último dia 20 de dezembro pelo telefone 195. A Administração Municipal ainda vai requerer ao Poder Judiciário a aplicação de multa, estabelecida nos autos de Ação Civil Pública que o Município promoveu em desfavor  da Sabesp.

 

“Formal e informalmente, a Prefeitura recebeu mais de uma centena de reclamações, de todas as regiões da Cidade. Mas, como a Sabesp é a responsável pelo serviço e mantenedora de canal oficial de recebimento de ocorrências, o mínimo que esperamos é um relatório pormenorizado, até para poder monitorar e cobrar uma correta atuação em nosso município”, destaca o prefeito de Guarujá, Válter Suman.

 

Investimentos
Assinada em maio de 2019, a inédita contratualização entre a Sabesp e o Município de Guarujá garantiu uma relação formal de prestação de serviços. O compromisso concede à empresa a exploração dos serviços de saneamento básico por 30 anos e prevê investimentos  de aproximadamente R$ 780 milhões em serviços.

 

A longo prazo, há obras previstas para, inclusive,  aumentar a capacidade de reservação de água, com o projeto da cava da pedreira, por exemplo. O contrato garante, também, 4% de repasse da receita líquida da Sabesp – cerca de R$ 5,2 milhões por ano – para a Cidade, obtidos com a prestação dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário, repassados ao FMSAI.

 

“Diferente de outros anos, temos um contrato em vigência e um Plano de Saneamento Básico formal, portanto, temos instrumentos jurídicos e vamos exigir o cumprimento das normas preestabelecidas”, frisou o secretário-adjunto municipal de Finanças e presidente do grupo de trabalho que acompanha a execução do contrato, Darnei Cândido.

 

Prefeitura vai elaborar Plano Municipal de Recursos Hídricos

Paralelamente às cobranças à Sabesp, a Prefeitura de Guarujá anuncia para 2020 o início dos estudos para a criação de um Plano Municipal de Recursos Hídricos, a ser financiado com verba do Fundo Municipal de Meio Ambiente.

 

Entre outras coisas, o plano tem o objetivo de criar mecanismos para garantir a segurança hídrica na Cidade, inclusive de bairros mais afastados. Para isso, serão mapeadas fontes alternativas de captação de água disponíveis no Municípío, por exemplo. Será um importante instrumento de apoio enquanto a Sabesp promove as obras necessárias previstas em contrato com a mesma finalidade.

 

“Vamos usar de todos os dispositivos a nosso alcance para garantir o pleno abastecimento de Guarujá, inclusive em períodos com picos de ocupação, como é o caso das festas de final de ano”, garante o prefeito. “Sabemos que é um problema antigo e que atinge todas as cidades da Baixada Santista, que também são atendidas pela Sabesp, mas seremos irredutíveis até que todas as intervenções necessárias acabem de vez com ocorrências como as que temos registrado”, finaliza Suman.

Guarujá da realiza show de fogos e recolhe 139 toneladas de lixo das praias 

 

A Seurb organizou força máxima na virada do ano, quando 400 agentes estiveramenvolvidos na ação de limpeza em toda orla da Cidade

 

GJAR

 

Após a festa de Réveillon, em Guarujá, 139 toneladas de lixo foram recolhidas das praias. Esse montante significa quase 10 dias de coleta convencional. Por mês, a Cidade recolhe, em média, 400 toneladas de lixo. A Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Seurb) organizou força máxima na virada do ano, quando 400 agentes estiveram envolvidos na ação de limpeza em toda orla da Cidade.

 

Além dos agentes, a ação envolveu 17 caminhões para a coleta, três equipes mecanizadas; 12 caminhões trucados (coletores que andam pela faixa de areia) de apoio à equipe mecanizada; 45 contentores de reforço de mil litros e 200 papeleiras.

 

A queima de fogos, na Praia de Pitangueiras, que este ano teve barulho reduzido, levou milhares de pessoas à orla. Segundo a Secretaria de Turismo (Setur), cerca de 2 milhões de turistas visitaram Guarujá nessa virada de ano. O espetáculo foi realizado pela Prefeitura em parceria com a Vision Show, empresa famosa por realizar as queimas de fogos em Copacabana e no festival de música Rock in Rio.

 

49317042287 ba2c31a840 w

À meia noite, o céu se transformou com disparos pirotécnicos de luzes e cores, que formavam figuras geométricas, dando as boas vindas a 2020. Os fogos de artifício foram distribuídos em quatro balsas, que ficaram a uma distância de 150 a 200 metros da faixa de areia da orla de Pitangueiras.

 

A festa da virada superou as expectativas do secretário interino de Turismo, Marcelo Nicolau. “A festa de Réveillon 2020 superou todas as expectativas. Com o enorme número de turistas em nossa Cidade, constatamos um aquecimento imediato na economia local, percebemos que os turistas e veranistas reafirmaram a máxima de que o turismo gera emprego e renda, e percebemos restaurantes, hotéis e imobiliárias lotados”.

 

Para o secretário esse resultado é fruto do empenho da atual Administração Municipal em resgatar o bom atendimento aos munícipes e turistas. “Com a Cidade mais bem cuidada, iluminada, segura e com atrativos culturais estamos resgatando o destino o ano todo, com arenas esportivas, culturais e shows com artistas locais. Receberemos os visitantes durante todo o período de férias e já no dia 2 de Fevereiro realizaremos a 15ª Festa de Iemanjá, e a partir do dia 22 do mesmo mês, o nosso carnaval de bandas e o nosso desfile de agremiações”, comemorou.

 

Mesmo com o grande público presente para apreciar a queima de fogos, não houve graves ocorrências. Luiz Carlos Mariano, comandante da Guarda Civil Municipal disse que o policiamento preventivo e ostensivo, juntamente com a Polícia Militar, foi bem atuante e proativo, o que garantiu uma virada de ano tranquila.

Guarujá discute regulação de leitos com gerente do sistema CROSS

 

Encontro aconteceu no Gabinete do prefeito, Válter Suman e contou com a participação do dirigente da central de vagas no Estado, Domingos Guilherme Napoli

RL

 

Mais leitos e um maior aporte financeiro à saúde. Essas foram as necessidades apontadas pela Prefeitura de Guarujá, que sediou reunião neste mês, para discutir a organização da regulação de leitos na Microrregião Litoral Norte, formada por Guarujá e os municípios de Bertioga e Cubatão.

 

O encontro contou com as presenças do gerente médico da Central de Regulação de Ofertas e Serviços de Saúde (CROSS), Domingos Guilherme Napoli e da diretora do Departamento Regional de Saúde (DRS- IV), Paula Covas, além de representantes das demais Cidades.

 

O principal objetivo da audiência realizada no gabinete do prefeito de Guarujá, Válter Suman, foi de expor ao dirigente do CROSS, as necessidades dos municípios e o que pode ser feito para melhorar a regulação entre as cidades.

 

A reunião foi organizada pela Diretoria Regional de Saúde (DRS), que deseja implantar na Microrregião do Litoral Norte, uma regulação independente e direta, como já  em funcionamento no litoral sul (Mongaguá, Itanhaém e Peruíbe).

 

A questão é que, diferente da microrregião do litoral sul que possui o Hospital Regional de Itanhaém. Equipamento este, totalmente financiado pelo Estado e que através de financiamento específico, consegue efetivar atendimento às grandes urgências por ser um hospital estruturado e que contempla atendimento para municípios de pequeno porte.

 

E é essa organização que o Estado defende para Guarujá, Cubatão e Bertioga através do Hospital Santo Amaro, o que segundo a equipe de Guarujá, pode não ser viável neste momento, sem que sejam redefinidas as referências e fluxos para atendimento dos pacientes portadores de doenças cardiológicas de emergência, pois impactam num grande quantitativo e que não tem resolução dentro do HSA.

 

Para o litoral norte a questão é mais complicada, já que os municípios são maiores. Bertioga tem mais de 60 mil habitantes, Cubatão mais de 100 mil e Guarujá, acima dos 300 mil. “Infelizmente, o HSA não consegue dar conta de toda a demanda do Município, quanto mais absorver demais cidades”, frisou o prefeito.  

 

Suman conduziu a reunião onde contou do desafio que é lidar com as demandas que crescem diariamente na Cidade, diante de um recurso escasso. “Sabemos que é preciso ampliar o número de leitos de UTI, de retaguarda. Mas, enquanto os recursos financeiros forem insuficientes aos municípios, e no caso de Guarujá, a nossa Cidade continuar relegada a um plano secundário no repasse de recursos, vamos continuar sofrendo muito”. 

 

Ele justificou que a situação só não é pior porque conta com uma estruturada rede municipal de urgência e emergência. “Graças a Deus temos praticamente uma enfermaria hospitalar”, disse se referindo às UPAS, sob a preocupação de que daqui a alguns dias, Guarujá receberá mais de dois milhões de pessoas nesta temporada.

 

O gerente médico da Central de Regulação de Ofertas e Serviços de Saúde (CROSS), Domingos Guilherme Napoli, falou do desejo de se aproximar mais da realidade dos municípios. “Queremos resolver o problema de hospital e de saúde aqui nesta região, em que Guarujá é sede. A rede de informática da Central CROSS também já vem sendo acertada internamente. Nosso intuito é ampliar a atenção à Baixada, com equipe mais voltada a Baixada, para um SUS mais solidário e parceiro”. 

 

O CROSS fica na grande São Paulo e tem um braço na DRS IV – Baixada Santista, ou seja, hoje a regulação de leitos é resolvida na Região. A Diretoria enfatiza que poderia compor nesta região da microrregulação norte, o atendimento dentro do Hospital Guilherme Álvaro (HGA), no fluxo de atendimentos de urgência, assim como demais parceiros da região.

 

A diretora da DRS-IV, Paula Covas, reforçou a ideia otimizar mais os leitos hospitalares. “Para isso, queremos ampliar acessos e possibilidades também na Capital e no Estado, a partir de um caminho traçado juntos, como microrregião. É olhar para o que está pactuado e assim termos uma situação melhor”, declarou.

Guarujá recebe reforço de mais de 400 policiais para a temporada

 

Policiais vão atuar nos locais de grande fluxo, como praias e pontos turísticos; e nas áreas de interesse estratégico da Secretaria de Segurança Pública

 

opv1

Guarujá recebeu na tarde desta segunda, o reforço de 401 policiais para a Operação Verão 2019/2020. A recepção do efetivo aconteceu no Teatro Municipal Procópio Ferreira (Av. Dom Pedro I, 350 - Enseada). A operação se estenderá até fevereiro. Juntas, as cidades da Baixada Santista terão o reforço de 1,8 mil policiais militares.

 

Os policiais vão atuar nos locais de grande fluxo (praias, pontos turísticos) e nas áreas de interesse estratégico da Secretaria de Segurança Pública. Durante a cerimônia, foram entregues kits de boas-vindas com squeeze, produtos de higiene e camiseta ‘Eu amo Guarujá’.

 

Representando o prefeito Válter Suman, o vice e titular da Secretaria de Educação, Esporte e Lazer, Renato Pietropaolo deu as boas vindas aos policias e destacou a preocupação do governo em dotar o Município de mais segurança. “Resgatamos a iluminação de nossas praias, aumentando a sensação de segurança; equipamos nossa Guarda Civil Municipal e hoje  essa corporação  vai fazer parte desse trabalho. Sejam bem vindos”.

As palavras do vice-prefeito foram reiteradas pelo secretário de Defesa e Convivência Social, Luiz Cláudio Venâncio. “Numa cidade turística é preciso ter uma boa segurança. Sem segurança não há turismo. Praticamente triplicamos a população da Cidade na temporada e há necessidade de estarmos estruturados, e esse reforço policial que estamos recebendo hoje, aliado à nossa Guarda Civil Municipal, vai nos proporcionar uma sensação de segurança positiva para turistas e munícipes.

 

Já o Major PM Alexandre da Silva, comandante do 21º BPM/I, destacou o apoio estrutural que a Prefeitura de Guarujá proporciona aos policias a cada temporada. “Essa parceria é fundamental, pois ajuda o policial a manter o nível de serviço prestado ao Município. Aqui somos muito bem estruturados com alojamento e alimentação, aspectos fundamentais que faz com que nossos policiais se sintam valorizados trabalhando na Cidade”.

Verão Show 

 


Grandes nomes da música nacional e internacional se apresentam no Kartódromo Municipal de Praia Grande

evs1


Confira a programação do Estação Verão Show:

 

10/01 - Bell Marques e Thiaguinho


11/01 - Alexandre Pires e Cat Dealers


12/01 - Sunset com Vintage Culture, DUBDoGz, RDT, Meca e SALLA


18/01 - Gustavo Mioto e Bruno & Marrone


19/01 (aniversário da Cidade) - Wesley Safadão e Dj KVSH


24/01 - Atitude 67 e Luan Santana


25/01 – Roberto Carlos


31/01 - Zé Neto & Cristiano e Bruno Be


01/02 - Nando Reis e Seu Jorge



Endereço: R. José Bonifácio, s/n - Sítio do Campo, Praia Grande

Ler Jornal

Facebook

Publicidade

Serviços


Praias Estradas