Acontece

LEADER SITE

Justiça frustra tentativa de parar obras da ciclovia

 

Obra que integra pacote de ações do governo Ademário para acabar com enchentes na Vila Nova e Vila São José, começou no dia 2 de março, sem a derrubada de nenhuma árvore, conforme mostrou Acontece, na edição de 13 de março

 

  

RUA

 

A juiza Fernanda Regina Balbi Lombardi, da terceira Vara de Cubatão, decidiu que as obras da ciclovia da Vila Nova poderão prosseguir, normalmente. A decisão é uma reposta à ação popular que pretendia brecar as obras sob o argumento de derrubada de árvores, no local. No despacho, a juíza teve o cuidado de proibir ‘a eventual derrubada de árvores’.

 

Combate às enchentes

No ínício de março, a Prefeitura iniciou um conjunto de ações para eliminar as enchentes nas Vilas Nova e São José, através de três frentes: a construção da ciclovia com recursos do Condesb; reparos do Onda Limpa, com recursos da Sabesp, através da Terracom e força tarefa da Conservação Municipal.
Estão previstas: criação de estação de recalque, instalação de comporta, aumento do diâmetro da tubulação de águas pluviais e limpeza e desobstrução de bueiros. A obra da ciclovia integra o conjunto de ações de combate às enchentes pois inclui a limpeza do canal e desobstrução de linhas periféricas, entre outras ações integradas.


Protestos
Por um lado o início das ações renovou as esperanças da população que, há décadas, sofre com as enchentes. Por outro, encontrou resistência de um grupo de moradores e de políticos de oposição ao prefeito Ademário, que lideraram manifestações com ataques ao prefeito.

 ADE

Matéria veiculada em 13 de março, no Acontece, mostrava a construção da ciclovia sem derrubada de árvores e detalhes do projeto de combate às enchentes.

http://www.acontecedigital.com.br/jornal/index.php/homesecond/2555-obras-em-andamento

 ____________________________________________________________________

deodoro

 

Ler Jornal

Facebook

Publicidade

Serviços


Praias Estradas