espaçoacontecegif001

Guarujá diminui pela metade os casos de homicídio doloso

 

Resultado leva em conta os primeiros nove meses de 2019 com igual período de 2018

 

Considerando as estatísticas da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) divulgadas na última semana, Guarujá diminuiu pela metade os casos de Homicídio Doloso – no qual há a intenção de matar ou se assume o risco de fazê-lo. É uma redução bem acima da média registrada na Baixada Santista, que foi de 25,5%.

 

A análise leva em conta os nove primeiros meses do ano. De janeiro a setembro de 2018, haviam sido registrados 16 casos. Em 2019, no mesmo período, foram oito.

 

Os resultados são um reflexo dos investimentos realizados pela Prefeitura de Guarujá tanto na área de zeladoria e iluminação pública quanto nas políticas de segurança pública em si, com capacitação de profissionais, investimentos em equipamentos e trabalho integrado.

 

Até o início da temporada de verão, Guarujá terá mais de 100 GCMs treinados e armados para garantir a segurança da população. As primeiras turmas foram capacitadas por meio de um acordo de cooperação técnica com a Guarda Civil Metropolitana de São Paulo. Agora, o treinamento já é ministrado por corpo próprio de instrutores habilitados.

 

Mais guardas

Somando a isso, a Guarda Civil Municipal recebeu o reforço de 23 novos integrantes, totalizando um efetivo de 307 GCMs. Os candidatos aprovados no concurso público tiveram que passar por curso de formação, que teve como base a matriz curricular elaborada pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) - órgão vinculado ao atual Ministério da Justiça e Segurança Pública.

 

ABLITZ

 

Para o secretário de Defesa e Convivência Social, Luiz Cláudio Venâncio Alves, a integração das forças de segurança faz toda a diferença na prevenção dos delitos. “A Guarda Civil Municipal atua preventivamente no patrulhamento em várias áreas do Município liberando as demais forças policiais para atuarem em outros locais fechando assim, o cerco contra a criminalidade”, destacou o secretário.

 

Venâncio afirma ainda que, paralelamente a isso, a Força-Tarefa tem atuado fortemente em locais de ocorrência de pistões e em estabelecimentos irregulares que podem vir a ser facilitadores desse tipo de ocorrência.

 

É o caso das blitz e periódicas nos ferros-velhos da Cidade para coibir a receptação de produtos roubados. A ação conta com parceria das polícias Civil e Militar e já interditou mais de sete ferros-velhos. Além disso, foram apreendidos cabos e aparelhos furtados das empresas de serviço, munições, drogas e materiais sem procedência.

 

Ler Jornal

Facebook

Publicidade

zortea

Serviços


Praias Estradas