Partidos articulam nomes para disputar Prefeitura de Cubatão ano que vem

As convenções das legendas para escolhas dos candidatos só vão acontecer entre 20 de julho a 05 de agosto do ano que vem, mas isto não significa que os partidos estejam de braços cruzados em Cubatão. Só na semana passada, quatro partidos apresentaram ao Acontece, seus nomes de ‘consenso’ para concorrer à Prefeitura. Por enquanto, são apenas articulações internas, já que o calendário eleitoral precisa ser cumprido à risca.
Porém, as intensas movimentações políticas na cidade mostram que o processo eleitoral do ano que vem será intenso com muitas composições, visando alcançar a cadeira hoje ocupada por Ademário. O número de pretensos candidatos ainda deve aumentar um pouco mais, pois os partidos e nomes políticos precisam se articular e mostrar potencial, para não ficar de fora do processo. Depois começam as composições e o número de candidatos será bastante reduzido, prevalecendo os considerados mais ‘fortes’, e partidos que não abram mão de candidatura própria.

ADALBERTO FERREIRA
Técnico e funcionário público, foi gerente da cidade na época de Nei Serra, e de lá para cá ocupou posições estratégicas em praticamente todos os governos municipais. Recentemente aposentado ocupou cargo no Estado e é o atual secretário de Finanças em Guarujá. Fechou acordo político com o Podemos.

ADEMÁRIO OLIVEIRA
Atual prefeito da cidade, o tucano Ademário Oliveira irá concorrer a reeleição pelo PSDB. Embora à frente de uma gestão difícil, com muitos ajustes e ‘enfrentamentos’, poderá ter a disputa facilitada pela divisão de votos que se anuncia, já que a cidade não tem segundo turno.

ADRIANO SANFONEIRO
Um dos nomes novos que se apresentam no cenário, Adriano nunca teve cargo político. Empresário,o nordestino é popularmente conhecido pelas apresentações com sua sanfona e, entre outros empreendimentos, tem uma Casa nordestina. Ainda não se acertou com nenhum partido.

CARLOS DE FREITAS
Liderança da Democracia Cristã há décadas não terá dificuldade em conseguir legenda.
Foi do primeiro escalão de Clermont, durante os dois mandatos inteiros, motivo pelo qual a classe política local acredita que o ex-prefeito poderá ser canonizado, depois que partir.

CHICO DA ADEGA
Com seu chapéu característico, o comerciante Chico da Adega, já foi candidato a vice e, para a próxima, quer tentar ser prefeito.
Se quiser sair pelo PSB, seu atual partido, terá que convencer os socialistas a desistirem da ideia de indicar o vice de Ademário.

DODA
Embora nenhum partido tenha se posicionado à reportagem, outro nome que deve estar no páreo em 2020 é o ex-vereador Doda.
Ele foi o terceiro na última eleição e sempre se destaca pela contundência na oposição. Nome competitivo, elegeu dois vereadores pelo PSB, mas deixou o Partido quando este decidiu apoiar Ademário.

FELIPE TAKASHI
O jovem ligado a área de comunicação participou do marketing de duas últimas campanhas vitoriosas: a de Ademário e do senador Major Olímpio. Assumiu o diretório municipal do PSL, partido do presidente Bolsonaro, no começo do ano, quando se colocou à disposição para concorrer.

GERALDO TIA JÔ
Anunciou a pré-candidatura na semana passada. Está fechado com o Solidariedade que na última eleição foi o Partido do Dinho, que teria declinado de concorrer. Geraldo é presidente da Acic, e já estaria se movimentando nos bastidores em busca de apoio para viabilizar a candidatura.

HILÁRIO ROSA
Conforme anunciado pela coluna semana passada, o ex-vereador teve o nome declarado por consenso no Partido Social Cristão, o PSC ligado aos evangélicos de Cubatão. O grupo aposta na união dos evangélicos para emplacar o projeto político que incluiria uma forte chapa de vereadores.

LUIZ ROSA
Ex-presidente da Câmara e experiente político da cidade, começou a política no grupo do ex-prefeito Nei Serra, como liderança das cotas. Faz parte do PDT que, agora sob o comando de Dojival Vieira deve emplacar um discurso mais oposicionista, com relação aos governos municipal e federal.

PEDRO DE SÁ
Embora ocupando secretaria de Planejamento no atual governo, o vice-prefeito Pedro de Sá não teria ‘relações das mais amáveis com o prefeito’ e deixa claro que será candidato. Embora filiado e eleito ao PTB, estaria conversando com outros partidos. Também é funcionário público de carreira.

PINHEIRO
O Democratas lançou recentemente o nome do ex-vice prefeito Pinheiro.
Nos bastidores, há questionamentos pelo fato do Partido ser base do governo, mas Pinheiro garante que sua candidatura é independente, afinada com as diretrizes da executiva estadual do DEM e necessidade de mudança.

RAFAEL TUCLA
Político jovem e versátil acaba se destacando na atual legislatura e seu grupo começou a vislumbrar a Prefeitura, depois que Rafael começou a aparecer em sondagens internas para prefeito.
Agora está afastado do cargo por 3 meses ‘para dar vez aos suplentes que ajudaram a chapa’.

SIRA DA SILVA
A enfermeira Sira da Silva foi candidata a prefeita pelo PT na década de 90. 
Agora deve ser a aposta do Partido da Mulher Brasileira - PMB, para posicionar uma mulher na disputa pela Prefeitura de Cubatão.

TONINHO VIEIRA
Eleito junto com Ademário, rachou antes mesmo de começar o mandato, na votação da Taxa de iluminação.
Apesar de ser do PSDB se tornou maior opositor na Câmara e deve buscar abrigo no PP, na janela eleitoral, do ano que vem

WAGNER MOURA
Entre os políticos mais experientes da cidade, foi vereador, secretário de Obras, presidente da Câmara e até prefeito, pelo PT. Hoje é o nome do PRB para a disputa, partido que fazia parte da coligação pela qual disputou a ultima eleição e ficou em segundo lugar.

Ler Jornal

Facebook

Publicidade

Bem Estar

zortea

Serviços


Praias Estradas  


espacoacontece