13 1

Vitrine

IPTU para a região de Vicente de Carvalho vence quinta (27) 
 
 
É importante pagar o IPTU em dia para evitar multas e ficar em situação regular com o fisco; recursos provenientes do imposto são investidos em melhorias na Cidade
 
 
Contribuintes da região de Vicente de Carvalho - zonas ZN Norte e Sul (bairros de Vicente de Carvalho, Morrinhos, Vila Zilda e Jardim Brasil I e II), que optaram por pagar o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) parcelado, devem ficar atentos para o prazo para pagamento da segunda parcela do tributo, que vence nesta quinta-feira (27).
Aqueles que optarem por antecipar o pagamento do imposto podem fazer a transação por meio do site da Prefeitura (www.guaruja.sp.gov.br), no link Serviços Online – Consulta de Débitos e Impressão de 2ª Via de Boletos, opção IPTU.  A antecipação para pagamento das parcelas está disponível no site para todas as zonas.
 
 
Caso o contribuinte não tenha recebido em sua residência o carnê enviado, via Correios, pode acessar o site da Prefeitura ou procurar o Paço Municipal Raphael Vitiello (Av. Santos Dumont, 640, no bairro Santo Antônio, sala 11 – Térreo- Coordenação de Receitas Territoriais), de segunda a sexta-feira, das 9 às 16 horas. O telefone para contato é o (13) 3308-7000 – Ramais 7655 /7656/ 7657.
Outra opção é a Unidade de Atendimento ao Contribuinte, que fica na Rua Cunhambebe, 500, em Vicente de Carvalho. O atendimento é de segunda a sexta feira, das 10 às 16 horas. Contato pelo telefone (13) 3342-5872.
A Prefeitura adverte que é fundamental pagar o IPTU em dia porque, além de evitar multas e ficarem em situação regular com o fisco, os munícipes estarão contribuindo com a Cidade, já que os recursos são investidos em melhorias.

Recebe auditoria de manutenção da ONA

 
Durante auditoria externa ficou constatado que a unidade conta
com altos padrões de qualidade assistencial e segurança do paciente.

 

Uma auditoria externa de manutenção realizada no Hospital de Cubatão (HC), mantido pela Fundação São Francisco Xavier (FSFX), constatou que a unidade mantém a Acreditação – nível 1 da Organização Nacional de Acreditação (ONA).

 
A auditoria periódica realizada no Hospital de Cubatão constatou que a unidade atende aos requisitos de segurança do paciente em todas as áreas de atividade e mantém a segurança dos seus processos.

 

O HC foi certificado em 2019 e, a cada oito meses, receberá a visita dos auditores externos. Para o diretor-presidente da FSFX, Dr. Salomão Maciel Dias Ferreira, a manutenção da ONA Nível 1 comprova, mais uma vez, que a Instituição está focada em manter as boas práticas em saúde e em buscar a excelência.

 

“Permanecemos focados no alto padrão de segurança e na efetividade dos atendimentos aos nossos pacientes, revisando continuamente os nossos processos, implementando tecnologias, incorporando novos procedimentos, atraindo, retendo e qualificando os nossos colaboradores.

 
Trabalhamos para manter os mais altos níveis de qualidade na prestação de serviço, sempre com foco nos nossos clientes”, afirma Dr. Salomão.

O Hospital de Cubatão faz parte de um seleto grupo de hospitais da Baixa Santista acreditados pela ONA.


“O nosso compromisso é com a satisfação do cliente. Ao mantermos esta certificação, ressaltamos a qualidade fortemente marcada na história da Fundação São Francisco Xavier, seguindo os mais altos.

 A renovação periódica da acreditação reforça o compromisso do Hospital de Cubatão em proteger a vida, promovendo um controle maior dos riscos clínicos e não clínicos, e ainda mais qualidade na prestação de serviços”, conclui Ana Rosa dos Santos,Superintendente do Hospital de Cubatão.

 


Sobre o HC


Graças à parceria de sucesso firmada com a Prefeitura e Secretaria Municipal de Saúde, a população passou a contar novamente com a unidade hospitalar, com uma estrutura adequada, equipamentos de ponta, segurança assistencial, qualidade e humanização do cuidado.

 
Com 125 leitos, sendo 75 para atendimento ao SUS e 50 leitos para convênios, o HC conta com 28 especialidades médicas. O hospital atua nas áreas de Internação materno-infantil e adulto; Unidade de Terapia Intensiva (UTI)

 

Neonatal, pediátrica e adulto; cirurgia geral e ortopédica, procedimentos de média complexidade, urgência e emergência em obstetrícia, maternidade e apoio ao diagnóstico. Além de uma série de outros atendimentos ambulatoriais e cirúrgicos. Para isso, a unidade conta cerca de 500 colaboradores, 130 médicos e equipes multidisciplinares.

 

Exposição enaltece as belezas da Pérola do Atlântico

 


Trabalho fotográfico de João Moya Varjão fica na Câmara até 13 de março

 

O Espaço Cultural da Câmara Municipal de Guarujá inicia nesta semana seu novo calendário de exposições com a mostra "Minha Ilha", que reúne o acervo do fotógrafo amador João Moya Varjão. A exposição é gratuita e ficará aberta para visitação até o dia 13 de março, no saguão do prédio do Legislativo Municipal, localizado na avenida Leomil, 291 – Pitangueiras, sempre das 9 às 17 horas.

Saiba mais


Apaixonado por fotografia, João Moya, já na adolescência, clicava festas de família. Com o passar do tempo, a brincadeira foi ficando séria e, então, já não havia oportunidade que surgisse sem que ele registrasse a cena através de sua lente crítica e olhar afiado.

Com uma coletânea de mais de mil fotos registradas ao longo de sua carreira, Moya já colaborou com inúmeros jornais locais, além de divulgar suas imagens nas redes sociais - Instragram e Facebook.

A mostra tem como ideia central mostrar os melhores ângulos da beleza de Guarujá, rica nos seus aspectos naturais.

Suman anuncia medidas contra enchentes

 

Assunto foi debatido nesta terça (11), em reunião entre o prefeito Válter Suman e seu secretariado, além da Defesa Civil e demais assessores, em função das fortes chuvas ocorridas nos últimos dias, e que provocaram alagamentos em diversos pontos da Cidade

 

Começam a ser colocadas em prática, nos próximos dias, algumas medidas emergenciais voltadas à contenção de enchentes e alagamentos em alguns pontos da Cidade – um problema que tem como fatores principais as mudanças climáticas e também a histórica ocupação desordenada.

 

O assunto foi debatido nesta terça (11), em reunião entre o prefeito Válter Suman e seu secretariado, além da Defesa Civil e demais assessores, em função das fortes chuvas ocorridas nos últimos dias, e que provocaram alagamentos em diversos pontos da Cidade, como Santa Rosa, Santo Antônio, Enseada, Prainha e outras localidades de Vicente de Carvalho.

 

Durante o encontro no Gabinete do Executivo foi destacado que as enchentes e inundações são, na maior parte das vezes, causadas pela cheia dos rios, fazendo com que suas águas elevem-se acima do normal, principalmente quando há registro de chuvas intensas, como vem ocorrendo.

 

Além de estar relacionado a fatores naturais, o problema também tem sua causa ligada à interferência humana, com o mau uso do espaço urbano, a exemplo de ocupações irregulares em área de preservação, como morros e próximos a rios, o que ocasiona elevado índice de poluição, pelo descarte irregular de lixo e outros detritos, provocando o entupimento de bueiros, e a interrupção do fluxo de água e galerias pluviais, por exemplo.

 

Em vista desses fatores, a Prefeitura definiu algumas medidas para começar a minimizar o problema, que vem se aliar a ações que a Administração Municipal já realiza desde 2017, a exemplo da manutenção da limpeza de galerias nos vários bairros da Cidade, para melhor fluidez das águas pluviais, além de livrar o Município dos impactos causados por grandes volumes  de chuva, tendo em vista que o sistema hidráulico de macro e microdrenagem estavam abandonados  por mais de 20 anos.

 

Entre as medidas anunciadas para amenizar os impactos dos alagamentos estão a locação de mais equipamentos, inclusive caminhões, para reforçar a  execução de limpeza de canais e bueiros; notificação de conscientização das pessoas que estão nas casas em situação de invasão, tendo em vista que um dos principais problemas na Cidade são as ocupações irregulares; e a continuidade dos projetos de macrodrenagem, que são fundamentais para  o fim das enchentes e alagamentos.

 

Macrodrenagem

 

Com foco no fim dos alagamentos, a Prefeitura foi buscar recursos na esfera federal para realizar duas grandes obras de macrodrenagem e infraestrutura, que juntas somam investimentos de mais de R$ 150 milhões – os projetos  de macrodrenagem da Bacia do Rio do Meio e do Rio Santo Amaro.

 

Durante a reunião desta terça (11), foi anunciado que o projeto de macrodrenagem do Rio do Meio, no que se refere à infraestrutura urbana, foi concluído e licitado pela Secretaria Municipal de Planejamento (Seplan). A obra terá início nas próximas semanas e será fiscalizada pela Secretaria de Infraestrutura e Obras (Seinfra).

 

Já o projeto da obra de macrodrenagem do Rio Santo Amaro foi concluído pela Seplan. A Prefeitura aguarda a conclusão das licenças ambientais, que serão emitidas pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) e, assim que vencida esta fase, será aberto o edital de licitação para realização do serviço.

Operação interdita quatro ferros-velhos no Guarujá

 

Foram vistoriados cinco ferros-velhos nos bairros da Cachoeira, Vila Edna, Jardim Boa Esperança e Monteiro da Cruz; dois foram para a DIG

 

FVE

 

Em mais uma ação de combate à receptação de produtos de crime, a Guarda Civil Municipal de Guarujá (GCM) realizou na manhã da última quarta-feira (5), mais uma operação nos ferros-velhos da Cidade. A ação contou com a parceria da Delegacia de Investigações Gerais da Polícia Civil de Santos (DIG).

 

Foram vistoriados cinco ferros-velhos. As equipes estiveram nos bairros da Cachoeira, Vila Edna, Jardim Boa Esperança e Monteiro da Cruz. Destes, quatro foram interditados por falta de alvará de funcionamento e duas pessoas foram detidas por receptação e encaminhadas para a DIG de Santos.

 

É o caso do primeiro estabelecimento, localizado no bairro da Cachoeira. O local foi alvo de denúncias de receptação, o que foi confirmado pelos guardas municipais. Foi constatado também o furto de energia elétrica e água, além de diversos produtos de procedência duvidosa.

FVE1

 

Dentre os materiais, estão cinco hidrômetros da Sabesp, quatro celulares, soprador elétrico, cinco serras mármore, uma furadeira martelete, martelete industrial, máquina de solda, cinco rolos de fios novos, bebidas e fios de cobre.

 

Já no segundo ferro-velho, no bairro da Vila Edna, foram encontradas 10 peças de uso exclusivo da Sabesp e terceirizadas. O material é usado para fazer a ligação do cano de água da rua para a residência. No local, foi constatado também o furto de energia elétrica. O responsável foi detido e encaminhado para a DIG de Santos.

 

A ação envolveu também a Polícia Militar e Fiscalização de Comércio, além de representantes das concessionárias de energia elétrica, telefonia e abastecimento de água.

 

“Essas operações já se tornaram uma constante no Município e o balanço tem sido sempre muito positivo. O objetivo é coibir cada vez mais a receptação, um crime que lesa os serviços essenciais à população”, declarou o diretor da GCM, Luiz Carlos Mariano.

Ler Jornal

Facebook

Publicidade

Serviços


Praias Estradas